A mini excursão do Brasil pela Europa em junho de 1983

Ainda navegando na fama proporcionada pelo belo futebol apresentado na Copa de 1982, em algo atualmente inimaginável, no mês de junho de 1983, a Seleção rumou para a Europa para uma mini excursão onde foram realizados quatro amistosos preparatórios para a Copa América daquele ano.


No dia 08 de junho, em Coimbra, no estádio Municipal, o Brasil venceu Portugal por 4 a 0.




Estados Unidos x Uruguai 1995

Em 1995, o Uruguai sediaria a Copa América. Visando preparar-se para cumprir um bom papel em casa, o que de fato aconteceu, uma vez que a Celeste foi campeã do torneio, os uruguaios rumaram para Dallas, Texas, para uma partida amistosa contra os Estados Unidos. O jogo ocorreu no dia 25 de março, aproximadamente um mês antes da Copa América.

A equipe norte americana saiu na frente e abriu 2 a 0, porém os uruguaios acabaram com a festa e empataram o jogo graças a uma falha bisonha do goleiro. Final, 2 a 2.





Estados Unidos x Armênia 1994

Nas preparações para sua Copa, a seleção dos Estados Unidos fez no dia 15 de maio um amistoso contra a Armênia. Em Fullerton, California, vitória da seleção local por 1 a 0.




As finais da Eurocopa decididas na prorrogação

Essa semana tivemos a final da Euro 2016 com o primeiro título de Portugal ao derrotar os anfitriões franceses com um gol de Éder na prorrogação. Mas, quais foram as outras finais de Euro que foram decididas na prorrogação? Vamos relembrar?


Ao todo, seis finais extrapolaram os 90 minutos de jogo, porém duas delas, em 1968 e 1976, que tiveram como sede Itália e  Iugoslávia respectivamente, precisaram ir além dos 30 minutos de prorrogação. Na primeira, após um persistente 1 a 1, as seleções finalistas, Itália e Iugoslávia, precisaram de um jogo extra vencido pelos italianos por 2 a 0. Já na segunda, após empate no tempo normal e na prorrogação por 2 a 2, a Tchecoslováquia venceu a Alemanha Ocidental nos pênaltis por 5 a 3.

As edições de 1960, a primeira Euro da história, 1996, 2000 e, como citado, 2006, tiveram sua resolução na prorrogação.

Em 1960, disputada na França, Iugoslávia e União Soviética ficaram no 1 a 1 no tempo normal, com os soviéticos se sagrando campeões com um gol de Ponedelnik no tempo extra.







Copa Cidade do México e Torneio Asteca 2000 - 1985

Em 1985, mas precisamente entre os dias 02 e 15 de junho, foram disputados no lendário estádio Asteca na Cidade do México, dois triangulares amistosos. Tratou-se de um exercício para que o país que viria a receber no ano seguinte a Copa do Mundo em substituição à Colômbia, que havia desistido da organização.


No primeiro, a Copa Cidade do México foi disputado pela seleção local, a Itália e a Inglaterra. Curiosamente, a última rodada desse torneio, entre mexicanos e ingleses também foi válida como primeira rodada para o segundo triangular, o Torneio Asteca 2000.

No dia 02 de junho, em jogo válido pela Copa Cidade do México, mexicanos e italianos empataram por 1 a 1.




São Paulo x Botafogo 1994 - Recopa Sulamericana

Na década de 1990, a Recopa Sulamericana era disputada entre os campeões da Libertadores e da Supercopa do ano anterior. Porém, uma vez que o São Paulo foi o campeão de ambas as competições no ano de 1993, na edição de 1994, o Botafogo, campeão da Copa Conmebol disputou o mini torneio.

A disputa ocorreu em partida única em Kobe, Japão, no dia 03 de abril e terminou com vitória tricolor por 3 a 1. Foi o segundo título da equipe paulista no torneio.





Libertadores 1989, a Libertadores del Patrón

Ao final dos anos 80, o narcotraficante Pablo Escobar era responsável por aproximadamente 80% de toda cocaína consumida no mundo. Desde o início de suas atividades, Pablo sempre procurou se aproximar das camadas mais pobres da população colombiana e o futebol era importante ferramenta para tal intento.

Pablo nas arquibancadas. Futebol era sua paixão.

Mas esse não era o único motivo. Escobar era, por si mesmo, um apaixonado pelo esporte. Ademais, via seus rivais do Cartel de Cali acumularem constantes vitórias nos gramados por intermédio do investimento que faziam no América de Cali.

Unindo o útil ao agradável, "El Patrón" iniciou altos investimentos no Atlético Nacional e Independiente, ambos times de sua cidade, Medellín. Disposto a fazer um time de sua cidade ser o primeiro campeão colombiano da Libertadores, não mediu esforços para que em 1989, o Nacional se sagrasse campeão. Suborno e ameaças a árbitros e adversários era sua principal ferramenta. Mas indo além, ele montou um esquadrão. O time era a base da seleção colombiana e contava com craques do calibre de Higuita, Carmona, Perea, Escobar (assassinado em 1994) e Usuriaga. O técnico era o renomado Francisco Maturana.



Flamengo x Fluminense - Campeonato Brasileiro de 1989 - Último jogo de Zico pelo Flamengo


No dia 02 de dezembro de 1989, os dois gigantes cariocas rumaram a Juiz de Fora (MG), onde, no estádio Mário Heleno, disputaram mais um Fla-Flu válido pelo Brasileirão. 

Seria só mais um jogo entre as duas equipes se não fosse o, então, último jogo de Zico como profissional. Como se sabe, posteriormente o Galinho voltou a jogar profissionalmente no Japão, mas como não era algo planejado, a partida tomou essa proporção, a da despedida de um ícone.

Contudo, se não foi a despedida de Zico do futebol profissional, foi do clube que marcou sua carreira. Em tom provocativo, o goleiro Tricolor, Ricardo Pinto, havia comentado durante a semana que nunca havia tomado um gol de Zico. De fato, isso nunca ocorrera, todavia, Ricardo deveria ter aguardado o fim da partida.

Zico abriu o placar com o que fazia melhor, um gol de falta. Ele ainda deu um lançamento magistral para Renato Gaúcho ampliar. Ao final, Flamengo 5 a 0.




Reportagem





Telê (técnico do Fluminense) e Zico antes da partida


Estados Unidos x Coréia do Norte 1991


Se hoje parece impossível esse confronto em uma partida amistosa, no dia 19 de outubro de 1991, no estádio RFK em Washington DC, foi possível ver os dois inimigos políticos em campo.

A Coreia do Norte estava se preparando para a Copa Asiática e os Estados Unidos vinham de seu primeiro título na Copa Ouro.

Ao final, vitória norte coreana por 2 a 1.


Brasil x Argentina 1999

No mês de setembro de 1999, Brasil e Argentina fizeram uma série de dois amistosos. O primeiro ocorreu no dia 04 no Monumental de Nuñez e terminou com vitória argentina por 2 a 0.

Três dias depois, no dia 07 no, Estádio Beira Rio, Porto Alegre, foi a vez do troco brasileiro. Show de Rivaldo e vitória brasileira por 4 a 2.




Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...Poderá também gostar de: